Safári Urbano

re-conhecer | co-criar

O Safári Urbano é uma metodologia de análise e projeto de calçadas focada na experiência do pedestre. Desenvolvida em Nova Iorque através do estudo “Active Design: Shaping the Sidewalk Experience”, foi traduzida e adaptada pela Cidade Ativa para ser aplicada nas calçadas brasileiras.

Inserido no aprofundamento do conceito do “active design”, o manual nasceu para investigar como incentivar o caminhar nas cidades, partindo da premissa de que a experiência do pedestre ao caminhar por uma calçada é modelada por um espaço físico que, por sua vez, é regulamentado por políticas. Criou-se, assim, um modelo para levantamento de campo e sistematização de características das calçadas que permitisse que experiências pudessem ser replicadas através da regulamentação e projeto de seus elementos.

A metodologia original foi testada e aprimorada durante o período de desenvolvimento do trabalho pela equipe em Nova Iorque em expedições apelidadas de “safáris urbanos”. Ela consiste em modelos de fichas que orientam a elaboração das perspectivas, mas também de desenhos técnicos que auxiliam a obtenção de medidas e quantificações. O desenho, a mão livre, é a principal ferramenta utilizada durante levantamentos e é tido como essencial para a tradução da “experiência”, ou das “sensações” vividas pelos indivíduos, para uma forma gráfica. A dissociação dos planos da calçada, que são desenhados separadamente – plano da via, do edifício, do piso e da cobertura -, habilita um olhar mais atento e crítico dos elementos que os compõem.

A sistematização dos dados obtidos em planilhas e diagramas facilita a identificação dos parâmetros que fazem da calçada levantada uma boa – ou má – referência. Essa avaliação é utilizada para comparação de estudos de caso e para identificação de oportunidades e desafios assim como para definição de diretrizes para projetos de reformas ou de novas calçadas.


Safári Urbano explora o território das calçadas.
Crédito: Cidade Ativa